MicrosoftXbox ONE

Xbox One pode ter upgrade de hardware “estilo PC”, indica Phil Spencer

De acordo com o chefe de divisão Xbox , Phil Spencer, indicou que considera um futuro onde o Xbox One não precise ser substituído por um novo console, mas sim receba upgrades de hardware, de maneira semelhante ao que os usuários de PC fazem com suas máquinas. A suposição feita por Spencer ocorreu durante uma keynote na Xbox Spring Showcase.

“Nós vemos em outras plataformas, seja nos dispositivos móveis ou no PC, que você ganha um fluxo de inovação contínuo que raramente se vê nos consoles”, disse o chefe da divisão Xbox. “Os consoles travam as plataformas de hardware e software juntas no começo da geração. Aí você passa pela geração por uns sete anos, enquanto os outros sistemas estão ficando melhores, mais rápidos e mais fortes”.

A ideia de Spencer é de que, no futuro, a Microsoft ofereça upgrades de hardware opcionais para os donos de Xbox One, o que teria dois efeitos. Primeiro, acabar com o lançamento de novos consoles. Segundo, permitir que o console fique atualizado conforme novas tecnologias vão surgindo.

A ideia seria utilizar os apps universais do Windows, que chegarão no futuro para o Xbox One, para permitir que o console seja compatível tanto com jogos do passado quanto com os do futuro. A existência do que a Microsoft está chamando de plataforma universal do Windows também ajudaria a empresa a focar mais em inovação de hardware e, ao mesmo tempo, tornar o console compatível com os jogos já lançados.

Claro que estamos falando apenas de previsões nem um pouco confirmadas para o futuro, mas não deixa de ser responsável pelo futuro do console quem está falando. O que acaba ficando são muitas dúvidas para o futuro do Xbox One. Afinal, não se sabe se o modelo atual vai ser compatível com os jogos que rodarem num console com o hardware atualizado, por exemplo.

Mas o que dá para perceber no discurso de Spencer é que ele está disposto a acabar com esse modo de operação onde, a cada nova geração, você acaba perdendo os jogos que tinha no console anterior – algo que não acontece com PC gamers.

Um exemplo fornecido por Spencer para facilitar o entendimento dessa história toda foi o do PlayStation VR. De acordo com ele, o PlayStation VR será basicamente uma atualização de hardware para o PS4 bem no meio da geração. Afinal, o dispositivo vem com seu próprio processador, que vai cuidar de algumas operações, aumentando o poder do console.

Porém, como o próprio Spencer concluiu, nada do que ele falou naquela noite é definitivo. “Eu não vou anunciar o nosso roadmap para hardware”, disse o chefe do Xbox. “Eu quero ter certeza que as pessoas vejam que o que nós estamos fazendo nos permite ficar mais comprometidos com o que os consoles realmente são do que nós jamais estivemos, além de nos permitir inovar de maneira mais consistente do que nunca. Isso é a chave para mim”, conclui.

Jean Ricardo Salerno

Não sou louco, apenas vivo em um mundo que não vale a pena ser normal , aventureiro dos games , colecionador , designer gráfico.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar